Brasileirão / Outros

Amor à camisa?

Ahhhhh, o futebol…. Há quem diga que, por parte de alguns, ainda exista amor à camisa.

É jogador vindo jogar no “clube de coração” e aceitando ganhar salário mínimo;

Jogador aceitando ganhar 35% menos do que ganha na Europa;

Jogador falando: agora eu sou mengão!!! rsrs

Será mesmo que eles vêm por amor à camisa??? Antigamente eu me forçava a acreditar que sim, mas hoje é impossível. Fato é que SEMPRE existirá algum tipo de interesse; se não é diretamente financeiro, é algo que ele vai ganhar, ou pelo menos não irá perder.

E isso não se restringe somente aos jogadores, mas também aos técnicos. Tudo bem que com eles é diferente; não ficam declarando por aí que torcem por A ou B, salvo algumas exceções como Renato Gaúcho e Vanderlei Luxemburgo. Porém, mesmo com estes não se pode acreditar 100% quando dizem que o motivo que fez com que eles voltassem foi o projeto do clube, ou o sonho de treinar um clube como o este ou aquele, etc e tal.

Vamos analisar um caso recente:

Fala-se que Dorival Junior, quando treinador do flamengo, ganhava entre R$ 600.000,00 e R$ 700.000,00. A diretoria querendo baixar os custos enormes do departamento de futebol, algum tempo depois, propôs a redução salarial para R$ 350.000,00; Dorival não aceitou e, então, houve a famosa rescisão contratual. No dia 12/07/2013, o mesmo Dorival Junior acerta com o Vasco e vai receber R$ 300.000,00. Vejamos o porquê de ele ter aceitado “só isso”.

Grêmio – acabou de contratar Renato Gaúcho;

Inter – Já tem o Dunga, que está bem;

Cruzeiro – Já tem o Marcelo Oliveira, que está bem;

Atlético MG – Nem precisa comentar;

Palmeiras – Já tem o Gilson Kleina que, se não foi demitido quando foi rebaixado e quando foi eliminado da libertadores, não será agora que está bem e rumo à série A;

Corinthians – Já tem o Tite, que conhece o time na palma da mão, e é o atual campeão mundial;

São Paulo – acabou de contratar Paulo Autuori;

Santos – Não tem técnico reconhecido de série A, mas Dorival teve saída conturbada devido ao episódio do Neymar;

Flamengo – acabou de contratar Mano Menezes;

Fluminense – Já tem o Abel, que conhece o time na palma da mão, e é o atual campeão brasileiro;

Botafogo – Tem o Oswaldo de Oliveira, que está bem e tem o time nas mãos.

Vasco – E o Vasco?????

Só sobrou o Vasco dos “grandes clubes brasileiros”. Dorival está desempregado desde março, tem família e alto padrão de vida para sustentar, logo, fechou!!!

Ele aceitou ganhar menos porque acredita no projeto do Vasco, ou sempre sonhou em voltar ao Vasco? É puro interesse! Mas, neste caso, ele está certo, vai preferir ficar desempregado a ganhar “somente” R$ 300.000,00???

 

Por Rafael Cruz,
colaborador periódico do Que Jogada!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s